03 dezembro 2006

3 minutos depois de a maré encher

“Amanhã vou comprar umas calças vermelhas, porque não tenho rigorosamente nada a perder. Tenho um lencinho branco onde limpo as lágrimas enquanto assisto a uma vigília via TV, estou só e trago esta sombra comigo. A empregada que vem passar a ferro tem uma intimidade na ficha do despertador, está um rapaz a arder em cima do muro, disse-lhe que Portugal ainda tinha muitos comunistas, mas o que ele queria saber era onde havia señoritas. Os milagres acontecem a horas incertas e esqueces essa canção que já não passa na rádio, mas que vive secretamente dentro de ti. E o rádio sempre a tocar um coração avariado que não posso desligar. Não me queres, nunca me quiseste. (porquê, meu Deus?) Deus é a nossa mulher-a-dias e fechas a porta à chave com duas voltas e sais. Assim partes, quase a correr. Quando os nossos corpos se separaram, olhámo-nos quase a desejar ser felizes, mas nunca estou em casa quando o carteiro passa.

- Porque tenho eu frieiras se nunca tiro as luvas?
Porque o amor não serve de nada."

* Pedaços de letras d “A Naifa” indecentemente misturados.

25 Comments:

At domingo, dezembro 03, 2006, Anonymous Anónimo said...

Os milagres acontecem a horas incertas e esqueces essa canção que já não passa na rádio, mas que vive secretamente dentro de ti. E o rádio sempre a tocar um coração avariado que não posso desligar.

Os milagres acontecem a horas incertas. Acontecem. Acontecem. Acontecem. ( Tenho de repetir isto muitas vezes para acreditar - se calhar a cantar até é melhor, não?) :p

A minha tesoura de poda enferrujou... o jardim já tem algumas sementes preguiçosas mas, as flores, nem vê-las... Espero estas horas incertas, quem sabe? :)

Obrigada.

Beijinho gandi*

 
At domingo, dezembro 03, 2006, Blogger musalia said...

e dizem que o carteiro passa sempre duas vezes...será? :)

(o amor serve para se perceber quando avaria o coração...)

:)

 
At domingo, dezembro 03, 2006, Blogger Naeno said...

A tua idade te favorece tudo, vermelho, azul, verde, o que quizeres usar, obrigatoriamente ficará bonito em ti.

Muito obrigado pela visita ao meu blog. Não sei se já falei isso.

Um beijo

Naeno

 
At domingo, dezembro 03, 2006, Blogger mfc said...

Há coisas que não entendemos na vida...sobretudo a sua desproporcionalidade!

 
At domingo, dezembro 03, 2006, Blogger pensamentos_vagabundos said...

a naifa...um projecto onde pontifica talvez um dos mais geniais musicos da nossa musica"joao aguarela"que sabe explorar como poucos a musica de raiz portuguesa...luis varatojo outro grande músico e uma voz soberba maria mendes...lindo texto...
beijo vagabundo

 
At segunda-feira, dezembro 04, 2006, Blogger Claire said...

Olha, adorei.

Vou bem pesquisar mais músicas deles.
Gostei da letra.

Beijinhos.

 
At segunda-feira, dezembro 04, 2006, Blogger Avusa said...

Quer dizer que foste a um concerto (festa) e dançaste?

;)

 
At segunda-feira, dezembro 04, 2006, Blogger kurika said...

Lindo...de uma pessoa linda...

...gostei das calças vermelhas...olha comprei um casaco vermelho...não tem nada a ver... mas é algo "em cima"...!!!...astral!!! Será?

Um beijinho

 
At segunda-feira, dezembro 04, 2006, Blogger Bruna Pereira said...

Avusa:

Quer dizer que fui a um concerto e pronto. Nem tudo o que digo existe fora da minha cabeça.

:)

 
At segunda-feira, dezembro 04, 2006, Blogger amadis / pintoribeiro said...

Curioso texto. Bom dia.

 
At segunda-feira, dezembro 04, 2006, Blogger Avusa said...

Bruna, espero que não tenhas interpretado mal o meu comentário.
Estava apenas a meter-me contigo.

Um grande bem haja…

 
At segunda-feira, dezembro 04, 2006, Blogger Bruna Pereira said...

Avusa:

Eu percebi que estavas a brincar comigo. :) Eu também quis brincar contigo, mas nunca me consigo expressar muito bem, já percebi isso...

Beijinhos e volta sempre.
:)

 
At segunda-feira, dezembro 04, 2006, Blogger Avusa said...

;)

 
At segunda-feira, dezembro 04, 2006, Blogger marta r said...

Bonito, muito bonito.

 
At segunda-feira, dezembro 04, 2006, Blogger Isabel said...

Adoro, adoro, adoro. Pronto!
Deixas-me rendida e encantada com o teu estilo de escrita.
Pronto não há nada a fazer, passasse o mesmo sempre que aqui venho.

Comprei um lindo casaco vermelho tambem.

Até já.

Isabel

 
At segunda-feira, dezembro 04, 2006, Blogger LucioInferro_Adolfo said...

Eh páááááááááá´...A Naifa...tchchchch foram os que fizeram o hino para a nossa terra de frei de Espada à Cinta...caraças.
O album 3 minutos antes da maré encher é fabuloso.
«Tenho um lencinho branco enquanto assisto a uma vigilia via TV.
Tenho uma estátua florescente da Virgem Maria que me dá confiança.

«(...)Sinto-me bem e deus queira que consiga não me masturbar»
Fabuloso!

a gostarmos da mesmas músicas faz-me pensar que davamos um belo par...não achas?

 
At segunda-feira, dezembro 04, 2006, Blogger Avusa said...

Obrigado pela inspiração!

http://movesme.blogspot.com/2006/12/gota-de-orvalho-com-reflexo-de-boneca.html

 
At terça-feira, dezembro 05, 2006, Blogger LucioInferro_Adolfo said...

Eia atão Casas comigo?

Telefona ou então marcamos encontro na tasca ao lado do talho. Também podemos saltar à corda se quiseres.

 
At terça-feira, dezembro 05, 2006, Blogger Bruna Pereira said...

Lucioinferno_adolfo:

Ficaste traumatizado com a prima Laurinda?

:)

 
At terça-feira, dezembro 05, 2006, Anonymous diana said...

adorei [: como sempre, se bem que neste nao encontro a doçura dos outros.

 
At quarta-feira, dezembro 06, 2006, Blogger LucioInferro_Adolfo said...

naaaaaaaa.
A prima é só prima não confundimos as coisas e quanto à masturbação se Deus quiser até podemos não a fazer.

Quanto ao pedido de casamento...como é?

Porque já não telefonas?

Nem escreves nem nada

 
At quarta-feira, dezembro 06, 2006, Blogger Bruna Pereira said...

Lucioinferno_adolfo:

Tens mais de 73 anos, vives só e consultas regularmente a secção do Realax do JN?

:)

 
At quarta-feira, dezembro 06, 2006, Blogger Bruna Pereira said...

Relax, queria eu dizer...

 
At terça-feira, dezembro 12, 2006, Blogger joão marinheiro said...

Recomendo assistir aos concertos dos Naifa, são bons e cantam bem...digo eu que costumo assistir...
Abraço com barcos e memórias...

 
At quinta-feira, dezembro 28, 2006, Blogger Sílvio Mendes said...

Bela mistura.

Mas neste comentário meus elogios vão todos para A Naifa e seus letristas/poetas.
Não ignorando a tua sensibilidades para as acolher, qualquer mistura era boa, porque todas as letras são geniais. Pequenos monumentos à sensibilidade de quotidiano.
Adoro-os.

 

Enviar um comentário

<< Home