06 dezembro 2006

- Quanto dura um rebuçado de menta?


Passo vai, passo vem. "Como vai, passou bem?".
Meio sapato encharcado diz ao outro que ainda há que saltar ao pé do mar para levar o cheiro a sal no nariz. "Acabou o sal grosso", disse o armário da cozinha. Mas o mar está sempre em casa, não se vende em sacos plásticos.
"Sim, não estou nada bem, importa-se?"
Lá em cima o cata-vento diz que o Norte é uma cabeça de galo que baloiça no alto da Igreja. Mas as nuvens nunca cospem milho, só chuva: ping, ping, ping, ping e ping a ping enche aquele galo o papo. Os ditados voam no fumo da mulher das castanhas que arde em frio e sopra as mãos com um "Quentes e boas!" ao final da rua. Diz que chegou o Inverno. Eu acho que ainda não o encontraram, porque as luzes às cores continuam acesas à sua procura, fingindo que o Natal precisa de lâmpadas.

18 Comments:

At quarta-feira, dezembro 06, 2006, Blogger mfc said...

Os pregões são necessários para sabermos que há vida à nossa volta!

 
At quarta-feira, dezembro 06, 2006, Blogger LucioInferro_Adolfo said...

Minha querida amiga, primeiro que tudo queremos pedir desculpa porque realmente nós até sabemos que vais ao nosso cantinho, depois de nos teres dito isso lembrámo-nos que foi lá que te vimos pela primeira vez depois queremos dar-te os parabens pelo quilo perdido e desejar-te as melhoras agora quero dizer que acho gira essa ideia de por as nossas fotos nus (eu e o mano como sugeriste) e que alinho so que dia 8 é muito cedo porque dia 8 ou 9 nós vamos fazê-lo portanto lá para dia 10 com muito boa vontade é que a poderemos por, e como ha mta menina que nao acede a net durante o fim de semana secalhar era melhor mudar a data para segunda dia 11 que dizes?

Beijinhos agora e tem um optimo fim de semana

 
At quarta-feira, dezembro 06, 2006, Blogger Bruna Pereira said...

Lucioinferno_adolfo:

Lamentavelmente não sou fotógrafa, muito menos de nus e muito menos de nus aos pares disponíveis a 11 de Dezembro de 2006.

Espero que te ofereçam neste Natal um manual de "Como falar com as meninas que às vezes não acedem à Net durante o fim-de-semana", porque a conversa do peso está completamente proibida.

Cumprimentos

:)

 
At quarta-feira, dezembro 06, 2006, Blogger marta r said...

Agora fiquei com vontade de comer umas castanhas....

 
At quarta-feira, dezembro 06, 2006, Blogger jguerra said...

Todas as ruas hoje em dia figem que o Natal precisa de lâmpadas para lembrar que é Natal no coração dos homens. pena os pregões não pegarem e as máximas também.
Abraço

 
At quarta-feira, dezembro 06, 2006, Blogger kurika said...

Gosto de pregões...são antigos e têm raízes...

Um beijinho

 
At quarta-feira, dezembro 06, 2006, Anonymous Anónimo said...

Era um espectáculo se chovesse milho. Comíamos pipocas... Nham nham! :p

Beijinhos*

 
At quarta-feira, dezembro 06, 2006, Anonymous ferrus said...

Confesso que fico espantado pelo que escreves...
Continuo sem comentar porque o receio de estragar é enorme, mas quentes e boas eu adoro!!! Vivam as castanhas, comidas à chuva de milho com o catavento a girar de inveja...
Beijinhos

 
At quarta-feira, dezembro 06, 2006, Blogger musalia said...

adoro rebuçados, o problema é que os como logo todos, uns a seguir aos outros. agora o milho, só assado ou cozido, cru e caindo do céu...hmm, não quero. castanhas assadas, talvez. (mas não íamos ficar com nódoas negras?)

no meu passo, eu não passo lá muito bem, mas sempre vou passando...;)

 
At quinta-feira, dezembro 07, 2006, Blogger Chris said...

O que seria um rebuçado?
Chris
www.de-ponta-cabeca.blosgspot.com

 
At sexta-feira, dezembro 08, 2006, Anonymous Pecola said...

Grande texto!

 
At sexta-feira, dezembro 08, 2006, Blogger pensamentos_vagabundos said...

adorei o texto:9estás em forma hehehe
beijo vagabundo

 
At sexta-feira, dezembro 08, 2006, Anonymous Lana said...

as tuas palavras conseguem ser simples e ao mesmo tempo cheias de tudo [:
belas palavras ^^

*

 
At sábado, dezembro 09, 2006, Blogger .joana. said...

Então, bruna, como tens passado? Amanhã de manhã vou ver o Amadeo ali ao lado, à Gulbenkian. QUeres vir? Beijinho da vizinha.

 
At segunda-feira, dezembro 11, 2006, Blogger Georgia said...

Oi Bruna, achei o seu texto bem giro, como dizem vocês os portugueses. Adorei imaginar chuvas de pipocas, pois as adoro.
Vi em minha mente o galo, na chuva e mudando de cor para anunciar que o tempo vai melhorar. Vi nas vitrines por onde andei ai no seu texto as bolas vermelhas de natal e muitas luzes decorando às janelas. Vi fumaca nas chaminés das pessoas assando o pao, mas nao entendi o que é um rebucado e quanto mais de menta. Nós brasileiros nao usamos este termo. Você poderia fazer o favor de me explicar? Parabéns pelo texto.

http://saia-justa-georgia.blogspot.com/

Um grande abraco Georgia

 
At segunda-feira, dezembro 11, 2006, Blogger Bruna Pereira said...

Georgia:

Tive de consultar um dicionário de Português - Brasileiro, o que julgava nem existir, diga-se de passagem.

Rebuçado: Doce de caramelo, pirulito.

Menta: Nome científico da hortelã. (espero que saibas o que é a hortelã...)

Volta sempre :)

 
At segunda-feira, dezembro 11, 2006, Blogger Georgia said...

Sei sim, muito obrigada pela explicacao. O dicionário que eu tenho aqui é alemao e português, embora eu tenha achado a palavra, mas me faltou a explicacao.

Beijao e tenha um bom dia.

Georgia

 
At segunda-feira, dezembro 11, 2006, Anonymous Mikas said...

Boa semana, beijinhos

 

Enviar um comentário

<< Home