04 julho 2008

O subterfúgio

Domingo à tarde colado ao doce de morango no pão.
Funâmbulos que deixam os corações aprumados ao sol, enquanto descansam nas frestas de porta com os pés descalços. Discussões com exímia racionalidade sobre a falsa explicação das coisas, recorrendo à plantação de pés-de-flor de panaceia, e o tacão dos sapatos novos que me apertam os dias dentro das pernas.
É nem sequer o medo do escuro. São os canteiros que me esqueci de regar e a porta aberta.

6 Comments:

At domingo, julho 06, 2008, Blogger Élio & Filomena said...

Belo texto. As imagens são lindissimas..

 
At terça-feira, julho 08, 2008, Blogger isis imeno said...

Que blogue tão bonito.

 
At sexta-feira, julho 11, 2008, Blogger Amanda Ferreira said...

Belo o texto e as imagens.
Você pode linkar o meu blog Sonhando Utopias e me dar umas dicas?
Ficaria de muito agradecida.

 
At segunda-feira, julho 14, 2008, Blogger farfalla said...

que saudades de te ler bonequinha :)

_baci_

 
At quarta-feira, agosto 13, 2008, Blogger AF said...

Belas palavras.

 
At quinta-feira, agosto 14, 2008, Blogger *** Cris *** said...

Amei...dá pra viajar com suas palavras, o todo é encantador. Um abraço!

 

Enviar um comentário

<< Home