25 fevereiro 2008

Recordações da poltrona amarela

De vez em quando ousa-se não dizer adeus, desviando o tempo dos olhos cegos.

6 Comments:

At segunda-feira, fevereiro 25, 2008, Blogger Vanessa said...

diz-se um até logo de olhos vidrados - cegos, pois... * :)

 
At segunda-feira, fevereiro 25, 2008, Blogger Robert Young said...

Era mesmo amarela?

 
At segunda-feira, fevereiro 25, 2008, Blogger Maria del Sol said...

Outras vezes fere-se a retina com a luz azul, que mostra até o que não queremos ver. São fases ;)

 
At quarta-feira, fevereiro 27, 2008, Blogger Rui Luís Lima said...

Nunca digas adeus, deixa a tua memória permanecer viva.
beijinhos
paula e rui lima

 
At quarta-feira, fevereiro 27, 2008, Blogger Mateso said...

mas que vêem no interior o tempo acabado.
Bjs.

 
At quarta-feira, fevereiro 27, 2008, Blogger Mar Arável said...

BELA IMAGEM

mesmo para cegos

com olhos abertos

 

Enviar um comentário

<< Home