02 janeiro 2007

325, 3º Frente


Do varandim esperneavam collants pretos de senhora, blusas de seda fina e uma toalha de mesa rendilhada no mais puro linho. Um estendal requintado que fazia inveja ao meu alguidar do Sábado de manhã que raramente tem as meias todas aos pares para dependurar. Semana a semana, a janela que transpirava música clássica às 9 da noite fazia uma nova aparição de bordados, matizes e disposição de panos que nunca iam para além do preto e do branco - quanto muito umas cortinas a fugirem para o beige, talvez amareladas pela solidão de quem tapa janelas.

"É a professora de piano do 3º andar, diz que estende as peças de roupa como as teclas, é maluca!"

Normalmente as pessoas falam do que não sabem. É o caso da minha vizinha da esquerda, que gosta muito de falar dos outros enquanto me alerta semanalmente para o aumento do preço do atum em lata:

"Menina, olhe que já vai em mais 2 cêntimos, previna-se, que a vida não está fácil".

Pois não deve estar, Dona Adélia, disse eu, que nem compro o atum pelo qual me interesso só para falar com ela no vão das escadas do prédio sobre as novidades do Bairro.
De facto, a mulher do estendal requintado conjugava num zig zag de freira as peças de roupa ao longo da corda do varandim. Eu acho aquilo bonito e tento demorar mais tempo a pôr as molas na minha roupa só para ver a dela. A Dona Adélia, sem perceber que o meu sorriso é para um estendal, acena-me com o seu braço de 5º andar como quem vai abrir mais uma lata de atum para o almoço dela e do gato, eu retribuo ao longe, faço um esforço por não deixar cair nenhum vestido aos fundos do condomínio e a vida continua.

Não entendo nada de música, mas acho que o gato da Dona Adélia mia em Fá sustenido.

13 Comments:

At terça-feira, janeiro 02, 2007, Anonymous Anónimo said...

Bom ano de 2007 Bruna.
Que os teus sonhos se realizem todos!!!
E que nos continues a deliciar com os teus textos.

bjs

 
At terça-feira, janeiro 02, 2007, Blogger marta r said...

Já tinha pensado o quanto um estendal pode dizer de uma pessoa. Eu acho que a Dona Adélia deve ser especial...

 
At terça-feira, janeiro 02, 2007, Blogger Bruna Pereira said...

Marta R:

Sem a ter visto nunca, acho a professora de piano mais interessante. A Dona Adélia é especial, mas é muito chata.
Mas a verdade tem de se dizer:

sim, é uma chata especial...

:)

 
At terça-feira, janeiro 02, 2007, Blogger Claire said...

Feliz 2007.

Estendais dizem tanto sobre as pessoas quanto aqueles armários de banheiro...
rs

O gato mia em Fá#? Que feliz ele é!

Beijinho

 
At terça-feira, janeiro 02, 2007, Anonymous Anónimo said...

A minha vizinha do lado estende a roupa com molas iguais à cor da roupa... enfim, manias! ;)

Será que a minha gata mia em Fá sustenido, hein? :p

Beijinho grande*

 
At quarta-feira, janeiro 03, 2007, Anonymous Mikas said...

Espero que a passagem de 2006 para 2007 tenha sido do melhor, beijokas

 
At quarta-feira, janeiro 03, 2007, Blogger Uma mulher said...

adoroooo teus textos! não tenho gatos, mas penso no som que minhas cachorras emitem... e essa tua vizinha deve ser raridade.
bjs e td de bom pra ti!

 
At quarta-feira, janeiro 03, 2007, Anonymous ferrus said...

Ai, onde moras...que até estendem pianos no estendal! :-)
Eu acho que gosto dos teus textos assim para o Sol Maior...
Beijinhos e bom ano de 2007

 
At quinta-feira, janeiro 04, 2007, Blogger Bruna Pereira said...

Ferrus:

Gostei desse teu pedaço de frase:

"que até estendem pianos no estendal".

:)

 
At quinta-feira, janeiro 04, 2007, Blogger Wev's said...

Rs..lendo a historia da Dona Adélia, lembrei de quando era adolescente, sempre visitava uma amiga, e eu era doidinho nela, e a mãe dela sempre me enfiava umas sopa acebolada , e eu detesto cebola.Mas eu lembrei agora do sorrisinho que eu dava para a dona tereza quando estavamos na mesa..

 
At quinta-feira, janeiro 04, 2007, Blogger mfc said...

A propriedade horizontal é um mundo em miniatura...
Se estivermos atentos, tanto nos sorrimos como nos comovemos!

 
At quinta-feira, janeiro 04, 2007, Blogger LucioInferro_Adolfo said...

Fá sustenido...não é para todos os gatos...na senhor.

já agora que tenhas umas boas férias de verão com muitos ovos de chocolate.

Beijo em si

 
At segunda-feira, janeiro 08, 2007, Blogger musalia said...

e assim se demonstra que os objectos falam mesmo connosco. e as pessoas, através deles, em silêncio de paravras.

bjs.

 

Enviar um comentário

<< Home