25 junho 2007

A caminho da Lua

No alto dum alto bem alto no alto do mar:

- O mar tem alto?
- Não, tem alto-mar.
- E mar alto e alto-mar não são a mesma coisa?
- Não, são medidas diferentes.
- Bem me parecia que sou muito pequenina para perceber isso...
- Para perceberes o mar?
- Não, para perceber o MAAAAAAAAAAAAAAAR.
- Sim, o mar é alto. Mas ainda demora milhões de ondas a chegar à Lua.
- Então ainda falta muito?
- Sim, falta. O melhor é dormirmos. A dormir o tempo passa mais depressa.

22 Comments:

At segunda-feira, junho 25, 2007, Blogger CNS said...

Porque passam milhões de ondas até acordamos em mar alto...

 
At terça-feira, junho 26, 2007, Anonymous Anónimo said...

- E a nossa alma é profunda?
- (Ouve-se uma resposta qualquer)
- Bem me parecia [..]

Eram tantas destas perguntas que eu fazia à minha vóvózinha..

luis

 
At terça-feira, junho 26, 2007, Blogger Avusa said...

quando lá chegar chamas-me?

 
At terça-feira, junho 26, 2007, Blogger Bruna Pereira said...

Avusa:

Já vai ser muito tarde. Não sei se aguentas acordado...

:)

 
At terça-feira, junho 26, 2007, Blogger Alba said...

Saboreamos então cada onda!

 
At terça-feira, junho 26, 2007, Blogger marta r said...

Nunca tinha pensado nas diferenças entre mar alto e alto-mar...

 
At terça-feira, junho 26, 2007, Blogger Vanessa said...

Quando escrevo mar
O mar todo entra pela janela


Entrou? :)

 
At terça-feira, junho 26, 2007, Blogger Bruna Pereira said...

Vanessa:

Que bela frase Al Bertiana... :D
Entrou, pois claro!

 
At terça-feira, junho 26, 2007, Anonymous liliana pacheco said...

eu vou para o maaaaaaaaaaaaar! mas vou levar um solzinho no bolso para não ter frio!

 
At terça-feira, junho 26, 2007, Blogger Mateso said...

o mar alto e o alto-mar dimensões de ondas ,vazias ou plenas ,nos olhares de vastidão azul.
Lindo
Bj.

 
At quarta-feira, junho 27, 2007, Blogger joão marinheiro said...

Fico-me pela cava das vagas, no mar cavado,no mar cão, na crista da onda,no mar dos mecos, no mar da póvoa, no mar da figueira em mar alto, longe, alto, o mar. Nosso mar de sal, dás-te conta que todos escrevem o mar e lhe viram as costas...

 
At quarta-feira, junho 27, 2007, Anonymous jose augusto soares said...

E enquanto não chegamos lá...aproveitemos as marés para saborear os altos e baixos desta navegação ao sabor da corrente.

 
At quinta-feira, junho 28, 2007, Anonymous paula e rui lima said...

e assim a criança adormeceu no interior do oceano sonhando com o Paraíso
beijinhos
paula e rui lima

 
At quinta-feira, junho 28, 2007, Anonymous Caminhante said...

E, ainda ao chegar à Lua, ainda há o mar. O mar da serenidade. Este mar sempiterno, todopresente.

Muito interessante este espaço. Voltarei outras vezes.

Abraço,
Caminhante
(http://acaminho.wordpress.com)

 
At quinta-feira, junho 28, 2007, Blogger o alquimista said...

Saberás que os sonhos, moram nas gotas de orvalho que um arco-íris solta, em coração desencontrado. Saberás que os passos errantes de um louco na procura do norte, não deixam marcas no pó, tão pouco são rumo para a sorte.

Bom fim de semana

Doce beijo

 
At quinta-feira, junho 28, 2007, Blogger Tina said...

a dormir chegamos mais depressa a locais que nunca alcançamos acordados... (gostei muito)
beijinho

 
At quinta-feira, junho 28, 2007, Blogger carteiro said...

A lua... a lua está hoje (e sempre que se vê) lindíssima nesta pequena aldeia :)
Não durmas durante todo o caminho. Numa próxima vez seria muito bom ver uma descrição de quem passou próximo das estrelas. Mas enquanto dormes, sonha, sonha muito!
(espero que já não falte muito...)

 
At sexta-feira, junho 29, 2007, Anonymous ferrus said...

O sonho comanda a vida, dizia o poeta.
No sonho chegamos sempre mais longe e mais alto.
O brincar das tuas palavras foi delicioso, esse gira que gira e troca de cá para lá.

Gosto de te ler!

Beijos

 
At sábado, junho 30, 2007, Blogger Chris said...

Minha boneca, passa lá no meu blog e veja com seus próprios olhos.
Bjo

 
At domingo, julho 01, 2007, Anonymous Jefferson(Allos_Nerelin) said...

Dormir é a chave para abrir a porta que esconde o caminho para o infinito caótica de nossas mentes, que chamamos de sonhos... Parabéns pelo blog!

 
At domingo, julho 01, 2007, Blogger musalia said...

e ainda há o mar-de-fora, aquele que não se anuncia, chega de surpresa. e leva tudo, engole tudo, sonhos, barcas, olhos, e então, é lá no fundo, leito aconchegante de areia, algas e estrelas que se dorme.

beijo, bom domingo:)

 
At segunda-feira, julho 02, 2007, Blogger Clarissa Felipe said...

O mar se faz alto para encontrar a lua.

 

Enviar um comentário

<< Home