21 fevereiro 2007

O carrinho de mão da esquina

Bate à porta um truz, truz, truz
de tamanho arredondado.
É a senhora das flores
e do xaile em ponto cruz
com um cravo avermelhado.
- Não quer levar este encanto de folhas em verde-sopa?
Diz a velhota que é louca
mas sabe bem o diz.
- E isso far-me-ia feliz
ou só me traria dores?
- Não tenha medo das flores,
cara amiga duvidosa,
que as flores não são pessoas
e tornam a vida airosa.

24 Comments:

At quarta-feira, fevereiro 21, 2007, Blogger Avusa said...

http://bp1.blogger.com/_WETXOKS7g8o/Rdwp_RKugaI/AAAAAAAAAIw/CISzc_kBwio/s1600-h/flor.jpg

 
At quarta-feira, fevereiro 21, 2007, Blogger Bruna Pereira said...

Avusa:

:)

 
At quarta-feira, fevereiro 21, 2007, Blogger pensamentos_vagabundos said...

:)sempre leve e saboroso aqui vir:)
beijo vagabundo

 
At quarta-feira, fevereiro 21, 2007, Blogger Rui Afonso said...

Bom. Muito bom.

Beijinhos

 
At quarta-feira, fevereiro 21, 2007, Blogger Bela said...

Sempre tão airoso vir aqui ler-te...:) bjito

 
At quarta-feira, fevereiro 21, 2007, Blogger Tina said...

é verdade que as pessoas nem sempre tornam a nossa vida airosa...

 
At quarta-feira, fevereiro 21, 2007, Blogger Bruna Pereira said...

Tina:

Pois é...
E como dói que assim seja.

:)

 
At quarta-feira, fevereiro 21, 2007, Blogger Luís Filipe Cristóvão said...

ai que bela poeta popular que a menina está ;)

beijinhos*

 
At quinta-feira, fevereiro 22, 2007, Blogger Isabel said...

Flores, senhora são flores!
Flores que tornam a vida airosa.
Flores que como certas pessoas dão à vida a cor e o cheiro a rosa.
São flores senhora, flores como tu que quando escreves tornas a escrita viçosa ...

Flores para ti... truz, truz... toma lá... acabadas de sair quentinhas do meu coração...

Isabel

 
At quinta-feira, fevereiro 22, 2007, Blogger Ana Gotz said...

...Há flores por todas as partes, há flores em tudo que vejo...

LINDO!

 
At quinta-feira, fevereiro 22, 2007, Blogger Rosa said...

Que poema tão airoso! :)

 
At quinta-feira, fevereiro 22, 2007, Blogger Vanessa said...

Lembrei-me desta música:

I want to buy you flowers
It's such a shame you're a boy
But when you are not a girl
Nobody buys you flowers

I want to buy you flowers
And now i'm standing in the shop
I must confess i wonder
If you will like my flowers

You are so sweet and i'm so alone
Oh darling please
Tell me you're the one
I'll buy you flowers
I'll buy you flowers
Like no other girl did before

You were so sweet and i was in love
Oh darling don't tell me
You found another girl
Forget the flowers
Because the flowers
Never last for ever
Never last for ever
Never last for ever
My love


Emilie Simon - Flowers

:)

Beijinhos*

 
At sexta-feira, fevereiro 23, 2007, Blogger Bruna Pereira said...

Vanessa:

Tu e as tuas músicas associativas...
Muito bem.

:)

 
At sexta-feira, fevereiro 23, 2007, Blogger Conceição Bernardino said...

Olá,
“ Somos a ponte para a eternidade,
Formando um arco sobre o mar,
Procurando aventuras para nosso regozijo,
Vivendo mistérios, optando por calamidades,
Triunfos, desafios, apostas impossíveis,
Pondo-nos à prova uma e outra vez,
Aprendendo amar.”
Excerto de “Richard Bach”

É com esta força que renasço todos os dias, para continuar a minha caminhada...
Espero que gostem deste pequeno presente.
Beijinhos, que a escrita nos una!
Conceição Bernardino

http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com

 
At sexta-feira, fevereiro 23, 2007, Blogger Chris said...

Gostei das rimas...muito bem, boneca.
Bjo

 
At sexta-feira, fevereiro 23, 2007, Blogger Clarissa Felipe said...

Na dúvida, compre uma rosa.

Beijinho.

 
At sábado, fevereiro 24, 2007, Blogger LuciaLourenço said...

Talvez devessemos ser mais como as flores...leves, breves e marcantes...

Talvez, também, assim a nossa vida fosse airosa como a delas... que, embora breve, é intensa e repleta!!

 
At sábado, fevereiro 24, 2007, Blogger Vanderdecken said...

Em redondilha maior, que tal como as flores torna a vida airosa.
As pessoas, por outro lado, são como o verso alexandrino: tornam a vida perigosa.

 
At sábado, fevereiro 24, 2007, Anonymous dom quixote said...

Que formas populares de cantar flores e pequenos momentos felizes.
Deixou-me com um sorriso na cara :)
Que simplicidade poética

 
At domingo, fevereiro 25, 2007, Blogger musalia said...

os encantos podem ser enganadores...quase sempre o são;)

depois, há outras flores. e essas enchem-nos a vida:)

beijos.

 
At segunda-feira, fevereiro 26, 2007, Blogger Mikas said...

Boa semana bonequita

 
At terça-feira, fevereiro 27, 2007, Blogger Uma mulher said...

oi linda, como sempre texto lindo e significativo. passando pra deixar um bjo!

 
At terça-feira, fevereiro 27, 2007, Blogger marta r said...

É verdade: as flores não são pessoas e tornam a vida airosa. Não podia estar mais de acordo.

 
At quarta-feira, fevereiro 28, 2007, Blogger Stranger à la carte said...

...de louco

,não temos todos um pouco??

...ou sou eu que deliro...?!


Bj e obrigado pelo link :D

 

Enviar um comentário

<< Home